DespigMente - São Paulo/SP

image
A forma inteligente e racional de clarear manchas
  • Coordenação

  • Tipo do Curso

    Cursos de Expertise
  • Avaliação

Descrição
Objetivo
Capacitar os Profissionais na compreensão do complexo mecanismo de melanogênse, como as manchas são formadas e os ativos que podem ser utilizados em cada mecanismo. 
Público-Alvo
Farmacêuticos;
Esteticistas;
Biomédicos;
Fisioterapeutas;
Dentistas;
Profissionais que atuam na área.
Conteúdo Programático
Introdução ao mercado cosmético de tratamento de manchas
Conceitos em pigmentação e manchas
Origem do projeto cosmético despigmentante
Biologia das manchas e fototipos de pele
Fatores biológicos determinantes para a coloração da pele
Funções biológicas das manchas
Fisiologia da melanina
Produção da melanina e fatores fisiológicos
Melanócitos e funções biológicas atuais
Análise da melanogênese
Organelas pigmentantes
Tirosinase e ativos inibidores
Características morfológicas dos melanossomas
Estruturas envolvidas no transporte do melanossoma
Etapas de maturação da melanina
Ativos clareadores e estudos de eficácia I
Dicas de bancada e estratégias de desenvolvimento I
Proteína pré-melanossoma
Glicoproteína PMEL17
Tirosinase - ativos clareadores características e concentrações
Mecanismos de ação de inibição de tirosinase
Associação de clareadores cosméticos
TRP-1 e TRP-2
MITF Microphthalmia-Associated Transcription Factor
Correlação dos alvos cosméticos e associação de ativos
Mecanismos de ativação da melanogênese via MITF
Pigmentação melânica e controle hormonal
Steam cell fator e inibidores de alfa-MSH
Outros fatores:
Endotelina-1
GM-CSF
Transforming Growth Factor β
Mediadores inflamatórios
Espécies reativas de oxigênio
Estrogênio
ET-3
Stem Cell Factor (SCF)
MC1R Melanocortin 1 receptor
Ativos clareadores e estudos de eficácia II
Introdução a transferência da melanina
Mecanismo de transferência via liberação de melanossomas
Inoculação direta do melanossoma
Citofagocitose parcial de dentritos
Transferência via protease-activated receptor-2 (PAR2)
Transferência via RAB27A e MYO5A
Estudo minucioso da cascata da melanogênese
Técnicas cosméticas para efetividade de tratamento
Genes e expressão de melanócitos
Conceitos em hipercromias e hiperpigmentação
Classificação e tipos de hipercromas
Melasma – causas, incidências e fatores de risco
Sintomatologia e diagnóstico do melasma
Melasma – tratamento e prevenção cosmética
Sardas ou efélides – causas, incidências e fatores de risco
Sardas ou efélides – tratamento, classificação e prevenção cosmética
Tratamento de manchas com ativos cosméticos III
Dicas de bancada e estratégias de desenvolvimento III
Melanoses pró inflamatórias – causas, incidências e fatores de risco
Acne e cicatrizes pigmentadas
Manifestações clinicas das melanoses
Tratamentos para manchas e concentrações
Nevus melanocíticos – causas, incidências e fatores de risco
Hipercromias e o envelhecimento
Legislação e termos de despigmentantes em cosméticos
Polemicas sobre hidroquinona e estudos toxicológicos
Substitutos cosméticos da terapia com hidroquinona
Despigmentantes em gestantes e de uso diurno
Ativos cosméticos para substituição e resistência a hidroquinona
Formulações para cosméticos despigmentantes magistrais
Estratégias despigmentantes:
Destruição dos melanócitos
Inibição da enzima tirosinase e demais enzimas
Inibição de PAR-1 e/ou PAR-2
Redução da melanina oxidada presente nos melanossomas para uma melanina mais reduzida
Inibição do influxo de cálcio
Inibição de a-MSH
Inibição de ET-1
Ação antiiflamatória e anti-histamínica
Ação antioxidante
Inibição POMC
Aumento de “Turn-over” celular para otimizar o tratamento
Inovações de ativos clareadores
Tecnologia ITD – Mecanismo de ação
Inibição da formação de ROS
Prevenção da formação de lesão de DNA
Regulação da expressão de MITF
Redução de PGE2 – redução da vasodilatação e vermelhidão
Controle de ação do Nf-kB - redução da inflamação
Inibição a transferência da melanina
Bloqueio da síntese de melanina
Sugestões de protocolos e prescrição
Creme noturno clareador
Creme Noturno Clareador para pacientes com melasma resistente a hidroquinona
Filtro solar uso diário
Quantidade aplicada e proteção solar
Problemas de rotina em prescrição
Orientações ao paciente
Ativos cosméticos + Concentrações + Mecanismo de ação
Dicas de bancada e estratégias de desenvolvimento


Gostaria adquirir o curso ou solicitar mais informações?

Selecione "Quero mais informações" para receber um contato de nossa equipe comercial

Selecione "Quero me inscrever" para adquirir este curso em nossa loja

Professor
image

PROF. LUCAS PORTILHO

image

PROF. LUCAS PORTILHO

** Atenção: Os conteúdos e as datas dos cursos podem ser alterados a qualquer momento a critério da coordenação acadêmica em função de necessidade e aprimoramentos sem prejuízos.